segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Sonhar não custa nada

Qual a importância de um sonho?
Como diz a música da Xuxa rs: "Sonho sempre vem pra quem sonhar". Não que eu acredite que seja assim, mas é assim que as coisas funcionaram e continuam funcionando comigo a vida inteira. Eu sonho muito, chego até a sonhar acordada. Hora é ridículo, hora é tão bom, que até me desligo da realidade. O negócio é que sonhar custa sim. Geralmente, é o preço de você torná-lo realidade. E o meu vai sair caro, com certeza! Esse caro é relativo, mas para a minha realidade, é bem caro. Confesso que mexe comigo. E aí? Realizar ou desistir? Não consigo desistir, por mais que eu pense, por mais que eu faça e refaça contas, por mais que eu queira, não consigo! Porque a minha vontade de casar com cerimônia religiosa e festa é maior do que a minha sanidade financeira rs. No entanto, sou da teoria de que devemos tomar cuidado ao concretizar nossos sonhos para não fazer deles nosso pior pesadelo. Então, pela primeira vez na vida, estou colocando as contas no papel, me organizando financeiramente, apesar de ter verdadeira ojeriza a tudo isso.
Sofro de um mal que a maioria das mulheres, em diferentes escalas, tem: consumismo desefreado. "I love shopping" total!! Curto garimpar feiras, shoppings, ruas de lojas etc. Tudo que tem coisas para vender. E tenho a maior paciência para isso, mais do que o normal talvez.... Além disso, também não sou um primor na organização. Então, realmente tenho que fazer um esforço danado para conter meus impulsos consumistas e também organizar minha finanças em prol do casamento do jeito que eu quero, mas sem ultrapassar meus limites e do Inho.
Digo isso, porque acredito que um amor e uma cabana é lindo, maravilhoso e muito romântico lá no telão do cinema. Na vida real, nós, pobres mortais, não passamos ilesos por uma vida pacata e precisamos um pouco mais do que o amor, o respeito etc, embora acredite que essas realmente são as peças fundamentais. Então, hoje, só me dou esse luxo porque é uma coisa que eu e o Inho queremos MUITO e também porque é um dinheiro que não vai mudar nossa vida. Quero dizer que não vamos passar fome, não vamos ficar em casa olhando um para a cara do outro estressados e entediados, não vamos ter que abrir mão da garantia da casa própria, enfim, tudo está conspirando a nosso favor, graças a Deus e a nossos pais também que são os grandes responsáveis por tudo dar tão certo.
Lógico que não pensei sempre assim. Isso é fruto do meu amadurecimento pessoal. Hoje, se eu tivesse que escolher entre a  nossa casa e uma festa, sem titubear eu ficaria com a casa, porque tenho a minha e, por menor que seja, sei o valor de termos o nosso chão. Para mim, essa seria nossa prioridade sempre, mas felizmente, teremos condição de ter tudo do jeito que a GENTE quer, porque isso é outro ponto que eu considero super importante ao tomar a decisão de casar ou não com tudo. Eu e o Inho decidimos JUNTOS que queremos. A festa será nossa e pelos mesmos motivos queremos isso. Não é para "dara festa para os outros", nem para satisfazer vontade de outra pessoa diferente de nós mesmos. É porque queremos marcar nosso começo, o começo da nossa família, comemorar com todos que a gente ama, nos ver de noiva e noivo e depois mostrar pros nossos filhos. É importante para nós dois. Sem falar que a gente ama uma festa.
Ao tomar sua decisão, é preciso tomar cuidado também com quem se conversa sobre esse tipo de coisa, porque muitas pessoas vão te condenar de verdade por comemorar seu casamento. Tem gente que realmente não etende isso e entra numa de te julgar porque você quer casar com pompa e circunstência, quando toda mulher quer. É, também sou dessa teoria. Acredito que somente uns 10% das mulheres não querem. E não venha me dizer "Ah, eu não faço questão! Poderia casar com uma festa simples, em casa mesmo etc." Se você "poderia" casar assim, saiba que mesmo assim, gastaria algum dinheiro e, se não faz questão, não gaste! Guarde, gaste com outra coisa, viaje, enfim! Se você casa de maneira simples que seja, está fazendo alguma questão de não deixar passar em branco, né? Detesto gente que vem com esses falsos moralismos. Pronto, falei!

3 comentários:

Anônimo disse...

Fica +- 3 semanas sem postar nada, ae entro para "bisbilhotar" e tem uma bíblia para atualizar a leitura!
Tá demais heim!
Bjos
inho

Anônimo disse...

haahuauhauhuaahhauhauhuah....aconteceu isso comigo tb!
n aguento mais leeeeeeeeeeeeeer

Lu Reis disse...

Palhacinhos do meu coração =)